Com o confinamento imposto durante a pandemia do coronavírus, o termo home office ganhou um salto de buscas no Brasil. Milhões de usuários da web pesquisaram sobre como trabalhar de casa. Isso porque a reunião de pessoas foi desencorajada pelas autoridades sanitárias.

Assim como empresas dos mais variados segmentos, as locadoras de veículos tiveram que se adaptar ao trabalho remoto. Sobretudo nas funções administrativas, e também porque demorou bastante para a locação de veículos ser incluída na lista de atividades essenciais. 

O e-commerce também ganhou mais relevância para as organizações. Aquelas que ainda não tinham uma estratégia de vendas pela internet, precisaram correr atrás do prejuízo.

Pensando nisso, resolvemos trazer aqui uma reflexão que une essas duas práticas. 

Continue lendo para ver como o home office e o e-commerce para locadoras de veículos devem estar no seu radar!

Dicas de home office para locadoras de veículos

Estruturar uma operação remota, às pressas, é bastante desafiador. Mas, com a conectividade disponível atualmente, as locadoras podem fazê-lo sem grandes percalços.

Confira, a seguir, algumas dicas para aproveitar a força de trabalho da sua locadora em home office. 

  • conte com um bom software de gestão: o sistema, além de atender a todos os processos administrativos da locadora, deve permitir acesso remoto; 
  • faça um controle rígido de acessos: para garantir segurança da informação, certifique-se de que somente as pessoas autorizadas podem acessar aos sistemas da locadora;
  • delegue funções e acompanhe as atividades: mesmo de casa, os profissionais devem demonstrar claramente o que estão entregando. O gestor precisa criar protocolos de controle da operação e também uma rotina de contato;
  • motive o time com reuniões periódicas: use a tecnologia de videoconferência para reunir a equipe ao menos uma vez por semana. Torne essas reuniões leves e motivadoras, pois as pessoas estão isoladas e, portanto, mais sensíveis;
  • peça para a equipe dar feedback: as lições aprendidas vão vir do retorno dos funcionários. Eles precisam ter canal aberto para fazer reclamações, dar sugestões e dicas. Assim, garante-se um aprendizado contínuo para que a operação em home office seja bem-sucedida. 

 

→ Leia também: Gestão de locação de veículos em campo: a importância de um bom sistema.

Como montar um e-commerce para locadoras de veículos

O e-commerce, conforme já pontuamos, também é um aliado neste momento. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), ele deve movimentar R$ 106 bi em 2020. 

Com o isolamento, a população passou a fazer a maior parte de suas compras na internet. Logo, segmentos como o de locação precisam se adequar a essa nova realidade. 

Se você ainda não tinha pensado uma estratégia de e-commerce para sua locadora, fique atento. É hora de correr nessa direção. 

Aqui estão algumas dicas para obter sucesso em e-commerce para locadoras de veículos!

  • escolha uma boa plataforma: o sistema de e-commerce escolhido deve ser fácil de usar (pelos funcionários e clientes); também precisa ser seguro, a prova de fraudes — é nele que os clientes vão fazer transações financeiras, portanto, todo cuidado com os dados é pouco;
  • integre a plataforma ao ERP da locadora: o sistema de vendas online deve estar integrado ao software de gestão. Dessa forma, automatiza-se todo o back end, os controles administrativos (contratos, financeiro, fiscal etc.). A ideia é não gerar duplo trabalho aos profissionais do backoffice, para ganhar com redução de custos e melhorias na produtividade;
  • crie metas de vendas online: é fundamental que o time comercial tenha objetivos claros com o e-commerce; para tal, as ações das vendas tradicionais devem ser coordenadas com as vendas online. A definição de metas também ajuda a mensurar resultados. 
  • capriche no atendimento ao cliente: tome cuidado para não tornar o e-commerce muito mecanizado. Tenha uma estratégia de atenção aos clientes que, porventura, precisarem falar alguém. Disponibilize meios de contato (aplicativos de mensagem rápida, telefone, e-mail, chat online etc.).

O que você achou da reflexão sobre home office e e-commerce para locadoras de veículos? Aprofunde-se mais neste tema; baixe o e-book PÓS-PANDEMIA, COMO DRIBLAR A CRISE NAS LOCADORAS DE VEÍCULOS?