Quando falamos em integridade financeira, fiscal e contábil estamos nos referindo à consolidação dos processos com auxílio da tecnologia. Tem a ver com uma sequência lógica e estratégica de processos que transforma essas atividades físicas em dados.

Quando alugamos um veículo, com determinadas regras estabelecidas com o cliente e emitimos a fatura, estamos dando início a um processo que tem longa estrada e precisa estar intimamente integrado com as áreas de retaguarda.

Ao receber e emitir notas fiscais ou faturas, por exemplo, são gerados fluxos de contas a pagar ou receber e, posteriormente, lançamentos contábeis. Tudo isso precisa ser devidamente registrado no sistema de gestão da locadora.

Contar com uma solução que ajuda a conduzir esse processo de forma encadeada, guardar históricos e gerar meios de análises para decisões inteligentes, é ter uma gestão íntegra. A integridade impede o improviso, melhora a produtividade, evita erros e retrabalhos, além de garantir conformidade com regulamentações fiscais, entre outras vantagens. 

Neste artigo, nós resolvemos mostrar alguns sinais de que uma locadora de veículos não está com sua integridade financeira, fiscal e contábil em dia. 

Confira! 

5 sinais de que é preciso melhorar a integridade financeira, fiscal e contábil da sua locadora

1. O pessoal do administrativo usa diversos sistemas

Cada frente de operação da sua locadora utiliza um sistema e a integração dos dados é complicada? Ainda há departamentos utilizando planilhas de Excel? 

Claramente, a integridade da gestão está comprometida, pois gerir as sequências de atividades demora muito mais tempo, além de estar sujeita a falhas. Conforme o negócio crescer essa “deficiência” vai ficar cada vez mais evidente, comprometendo a competitividade e os resultados. 

2. Está difícil elevar a produtividade da operação

Para atender um número maior de clientes do que o atual, você vai precisar contratar mais pessoas? Sua equipe já está reclamando de ter que assumir novas responsabilidades conforme a demanda aumenta?

Isso demonstra que os processos são pouco integrados e que há muito trabalho manual. Sem um sistema onde os fluxos são automatizados e um mesmo dado possa ser usado por diversos departamentos, as pessoas estão repetindo atividades; isso torna praticamente impossível que as pessoas façam mais em menos tempo. 

3. Há excesso de erros e retrabalhos 

Seus funcionários gastam muito tempo corrigindo erros e refazendo atividades? Você sequer tem noção de qual é o volume de erros e retrabalhos realizados mensalmente? 

Eis mais um sinal de que é preciso melhorar a integridade financeira, fiscal e contábil da locadora. 

4. Não há dados que demonstrem a performance do negócio

Se inserisse uma estratégia de gestão de indicadores, você não teria dados contábeis e gerenciais para analisar a performance do negócio? Ou teria que buscar esses dados em um processo manual, em diversos sistemas?

Com um sistema de gestão especializado em locadoras de veículos, você pode, por exemplo, visualizar atividades de solicitação de compras, analisar o número de contratos ativos, monitorar seu departamento de manutenção, localizar notas fiscais, contas a receber e a pagar e assim por diante.

5. As decisões estratégicas não são orientadas por dados

Por fim, outro grande sinal de que é preciso trabalhar melhor a integridade financeira, fiscal e contábil é a dificuldade que as lideranças têm para tomar decisões pautadas em dados e informações.

O poder analítico dos executivos precisa ser melhorado, pois é isso que fará com que sua locadora consiga colocar planos de ação em andamento e se destacar da concorrência. Para tal, é necessário contar com um sistema que une ERP, Business Intelligence e CRM.

Como está a integridade financeira, fiscal e contábil na sua locadora? Conheça agora o LOC1 | Veículos e Mobilidade e veja como essa solução tem ajudado locadoras do Brasil todo a ser mais competitivas e lucrativas!